domingo, 1 de dezembro de 2019

Oficina Sobre Cajucultura Foi Ministrada na VII FACUC.






Ocoreu durante a VII FACUC no Distrito de Córrego à oficina: uso das Tecnologias Sociais no cultivo do cajueiro. A oficina foi Ministrada pelo Engenheiro agrônomo e cooperado da COOPAPI Antonio Tertulino de Oliveira Neto que possui Capacitação em Produção Integrada de Frutas – PIF com Caju e Melão, realizado pela Embrapa Agroindústria Tropical e participou do Aprender a Empreender, curso veiculado por televisão e meio impresso – SEBRAE em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A oficina abordou os seguintes conteúdos: a) práticas de manejo utilizado pelos cajucultores para garantir boa produtividade nos pomares de cajueiro;
b) Controle de pragas e doenças: mostrando as formas de como lidar com pragas na plantação de cajueiro anão precoce de maneira que não atrapalhe processo de produção;
c) Plantio: prática de plantio adequando para cada região principais variedades, época de plantio tipos de solo adequado;
d) Produtividade: apresentar números referentes aos últimos anos de produção e produtividade e quais variedade mais produtivas e que se adéque a região e a situação climática;
Os objetivos da oficina foi proporcionar um olhar crítico para os avanços e conquistas e importantes parcerias para cajucutura da região de maneira a incentivar a cultura do cajueiro e a geração de renda , e controle e preservação do meio ambiente através do plantio de cajueiro anão precoce, bem como mostrar o grande potencial da região, facilitando acesso das famílias as tecnologias que facilite manejo e a vida do homem do campo sensibilizando cliente e parceiros a apoiar iniciativas que gerem renda de forma sustentável e que mantenha as família no campo.
Vale ressaltar que durante a oficina foram sorteados brindes de produtos do caju, alem de produtos da fantástica parceria com a L'OCCITANE BRASIL. Parceria essa que é vista com boas pespectivas de assistência técnica para grupo de produtores ligado a COOPAPI.

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Palestra Sobre Doenças Que Afetam Rebanhos Bovinos Foi Ministrada nas Atividades da VII-FACUC.









Durante a programação da VII edição da Feira de Arte e Cultura de Córrego- VII FACUC ocorreu ontem às 19h., na sede da associação-AMPC uma palestra com o médico veterinário Pollastry Diógenes que tratou do tema das doenças que afetam o rebanho bovino. Alguns produtores da região da Areia participaram do evento que marca mais uma atividade da grande feira de Arte e cultura que terá sua abertura hoje a noite as 19h.
Alguns produtores foram sorteado com brindes e principalmente aprenderam como cuidar, tratar e manejar as doenças que podem afetar ou que ja afetam seus rebanhos.
Tá esperando o que?
Corram para o Distrito de Córrego.
Venham para a VII FACUC.

Cooperados da COOPAPI Participam da 5°Jornada de Manejo Integrado de Cultivos(MIC).





Nesta quarta-feira (19/11), ocorreu mais um encontro da 5° Jornada de Manejo Integrado de Cultivos(MIC), o evento ocorreu na sede da EMATER regional em Mossoró-RN, e dessa vez o tema abordado foi sobre  Nematóides em frutíferas.
A COOPAPI esteve participando do evento com alguns de seus cooperados onde os mesmos juntamente com técnicos da EMATER local de Apodi estavam em caravana se unindo a demais técnicos da EMATER de outros municípios e técnicos de outros órgãos e também a agricultores que cultivam frutíferas para trocarem experiências e para adquirirem conhecimento sobre a condução e controle de Nematóides em frutíferas.
Na oportunidade o nosso Cooperado e produtor Neto Lúcio concedeu entrevista a uma TV local  falando da importância do manejo de cultivos e repassando como o mesmo realiza a técnica em seu quintal produtivo.
A Vice presidenta da COOPAPI e técnica bolsista da EMATER Eutikia Morais, relatou: "O evento é de suma importância para os produtores de frutíferas que sofrem com o ataque de Nematóides ou para aqueles que precisam evitar com o controle preventivo, e nós da cooperativa com alguns de nossos cooperados precisávamos está participando desse momento único".
Vale lembrar que o manejo  integrado de cultivos é uma iniciativa do governo do estado, através da SEDRAF, EMATER, EMPARN e EMBRAPA, e que a jornada faz parte do compromisso de salvaguardas ambientais do projeto Governo Cidadão no âmbito do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Colaboradores da COOPAPI Participam de Oficina e Minicurso do MAPA em Apodi.







Ocorreu neste dia 19/11 do corrente ano uma oficina ministrada pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento-MAPA, através do Auditor Fiscal Federal Agropecuário o Srº Eduardo Libório Araújo, na qual teve o objetivo de destacar diversos pontos abordados no novo decreto de nº 10.026 de 25 de Setembro de 2019, o qual dispõe sobre a produção de polpa e suco de frutas artesanais em estabelecimentos familiares rurais e ainda objetivou promover um minicurso sobre rotulagens destes produtos.
O evento ocorreu na sede do SEBRAE de Apodi e contou com a participação dos colaboradores da COOPAPI, o Engenheiro Agrônomo Wedson Tôrres e a Coordenadora de produção Ana Lúcia de Oliveira, bem como houve ainda a participação de todos os produtores interessados, e também colaboradores e ARTs das agroindústrias de polpa e suco de frutas da região.
A ideia de promover essa oficina e minicurso para os agricultores familiares e fabricantes e envasilhadores de polpa e suco de frutas partiu da Superintendência Federal de Agricultura do Rio Grande do Norte (SFA/RN) e foi ministrada em três polos do Estado, a saber: Natal, Currais Novos e Apodi, para conhecimento e discussão do novo decreto.
O Auditor Fiscal Federal Agropecuário Eduardo Libório Feitosa de Araujo iniciou a oficina explicando o motivo do desenvolvimento desse trabalho, frisando que a medida que os atos normativos vão sendo publicados, o MAPA busca aproximar essas informações novas ao interessados, como nesse caso dos agricultores familiares, e com esse trabalho de aproximação é repassado as informações de maneira rápida facilitando o entendimento e discutindo com o setor melhorias e ajustes possíveis nessas novas normas publicadas. O Auditor relatou ainda que o MAPA tem buscado a partir das publicações desses atos normativos divulgar o quanto antes junto ao setor interessado, de forma a diminuir dúvidas e esclarecer o conteúdo das normas divulgadas.





quarta-feira, 20 de novembro de 2019

MAPA Realiza Implantação do SIF 262 da COOPAPI.













Ocorreu ontem  dia 19/11 do ano de 2019 à realização do sonho da COOPAPI de Implantacão do Selo de Inspeção  Federal-SIF para o seu entreposto de mel de abelhas e seus Derivados. A Coopapi já possuia o número do Registro do SIF conseguido recentemente e aguardava apenas a autorização para funcionamento. Esse entreposto foi construído e equipado em 2017 em convênio com a Fundação Banco do Brasil e o Governo do Estado (investimento de quase R$ 800 mil).
A Cooperada Fundadora da COOPAPI Fátima Torres  frisou: "Essa conquista é  um sonho de muito anos, desde a criação  da COOPAPI  e hoje realizamos o grande sonho de Apicultores de Apodi e Região" e Concluiu: "participei dessa luta desde o início e fico muito feliz por esse momento  único na história da COOPAPI e do municipio de Apodi" e ainda finalizou: "que venha  bons anos de produção  de mel para podermos estender nossa comercialização  em niveis nacionais e internacionais".
O presidente da Cooperativa Reginaldo Câmara juntamente  com o tesoureiro Marto Sousa externou a felicidade pela conquista   e comemoraram  o feito inédito  para o cooperativismo e apicultura do RN, de modo que,  Reginaldo comentou: "Quero aqui agradecer a todos os parceiros em especial a Fundação  Banco do Brasil e SEBRAE e a todos que de maneira direta e indireta ajudaram nessa conquista" Já o antigo presidente da gestão passada e hoje Tesoureiro Marto Sousa Orgulhosamente  externou sua fala ao blog da COOPAPI  afirmando: "nesse final de semana teremos na região da areia no municipio de Apodi uma grande feira de Arte e cultura de Córrego - a  VII FACUC e tenho o orgulho de dizer que será nessa feira onde distribuiremos amostras grátis e também  venderemos as primeiras unidades de mel Sifado".
O  Fiscal  Federal agropecuário do MAPA Cleto Amado realizou a leitura da ata de Implantacão do SIF e parabenizou a cooperativa pela obtenção  e implantação  do SIF. Já o ART do entreposto Polastry  Diógenes destacou a importância do controle da qualidade e das boas práticas  para mantermos  esse SIF sempre ativo.
Parabéns a COOPAPI, a todos os apicultores, ao RN e ao município  de Apodi pela  grande conquista. 

domingo, 17 de novembro de 2019

Resumos de Trabalhos Científicos Realizados na COOPAPI Serão Apresentados na VII FACUC.



Conforme pode ser visto nas imagens acima que trata-se da lista de resumos de trabalhos científicos aprovados na VII feira de Arte e Cultura de Córrego- VII FACUC podemos notar que a COOPAPI foi objeto de estudo em três resumos,  sendo dois na área de segurança alimentar com títulos: Análise de cores de amostras de méis comercializados na COOPAPI no município de Apodi e determinação do teor de sólidos solúveis totais em polpas de diferentes frutas da unidade industrial da COOPAPI. E um na área de gestão social com o título: Cooperativa potiguar de apicultura e desenvolvimento rural sustentável- COOPAPI: uma prática a luz dos princípios do cooperativismo.
Os trabalhos serão apresentados pelos seus autores no dia 23/11 a tarde na escola municipal Isabel Aurélia Torres juntamente com os demais trabalhos aprovados.
O presidente da COOPAPI Reginaldo Câmara, que é um dos autores nos dois trabalho na área de segurança alimentar Frisou: "Ficamos muito felizes pelos trabalhos Cientificos desenvolvidos com a cooperativa para conhecimento do meio acadêmico e reforçamos que  a cada edição da FACUC a cooperativa está de portas abertas para alunos que se interesse fazer da COOPAPI  objeto de estudo".

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Deu na Agência Sebrae de Notícias-ASN.

Apicultura ressurge após seca e anima produtores em Apodi

Otimismo é reforçado pela possibilidade de autorização para exportar mel. Serão identificados os grandes compradores e as regras dos principais mercados.
Agência Sebrae
Reginaldo Câmara e o mel potiguar estão prontos para conquistar novos mercadosReginaldo Câmara e o mel potiguar estão prontos para conquistar novos mercados


Apodi - Após perdas significativas decorrentes de sete anos de seca, a apicultura potiguar dá sinais de recuperação, embalada pelas chuvas dentro da média histórica no primeiro semestre de 2019. Uma mostra dessa retomada vem da região de Apodi (Médio Oeste), onde a Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável (Coopapi) estima comercializar mais de 10 toneladas de mel até o final deste ano. Isso num cenário em que 80% das colmeias da região foram dizimadas pela estiagem prolongada, segundo estimativas de produtores de Apodi.
E o otimismo não se resume ao reaquecimento comercial. Os pequenos produtores se preparam para novo um novo momento. A Coopapi está prestes a ser a primeira cooperativa de agricultura familiar do Rio Grande do Norte a conseguir, na prática, o Selo de Inspeção Federal (SIF). O anúncio foi feito no estande do Sebrae do Rio Grande do Norte, na última sexta-feira (9), na III Feira Multissetorial do Médio Oeste.
A certificação permitirá à Coopapi, que participou da mostra de negócios como expositora no estande do Sebrae, vender sua marca Mel Potiguar e outros produtos, como castanha de caju, para todos os Estados e para o exterior.
É que o SIF é responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal para os mercados interno e externo, bem como de produtos importados. Até receber o carimbo do SIF, o produto atravessa diversas etapas de fiscalização e inspeção, cujas ações são orientadas e coordenadas pelo Ministério da Agricultura da Agricultura e Pecuária (Mapa).
A Coopapi já possui o Registro no SIF e aguarda autorização para funcionamento no seu Entreposto de Mel e Cera de Abelha do Apodi, construído e equipado em 2016, em convênio com a Fundação Banco do Brasil e o Governo do Estado (investimento de quase R$ 800 mil). A unidade receberá inspeção de fiscal do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) do Mapa, dia 19 deste mês.

Expectativa

Técnicos finalizam ajustes em entreposto de mel para receber inspeção

Na semana passada, cooperados iniciaram no entreposto os ajustes finais para avaliação, através de ajustes em equipamentos, treinamento da equipe de trabalho no entreposto, entre outros preparativos. Enquanto isso – e confiante na aprovação –, a Coopapi já vislumbra novos horizontes e atua de forma estratégica, segundo o presidente Reginaldo Câmara.
“Estamos avaliando novos parceiros. Temos um bom alinhamento com vários parceiros, e o Sebrae é um parceiro forte, e já iniciamos esse diálogo. O objetivo é buscar novos mercados, identificando principais compradores, regras dos principais mercados, para que a Cooapi consiga atender essas normas não só para o mel, mas para nossos outros produtos, como a castanha de caju e a polpa de fruta”, revela o produtor.
O otimismo maior é com relação ao mel, segundo ele, porque a recuperação da apicultura dos efeitos da seca é bem mais rápida do que a da cajucultura. “Tanto que em 2019 choveu dentro do normal e fizemos um bom trabalho, com parcerias na distribuição de colmeias para reorganizar cadeias e, assim, conseguimos bons resultados já este ano”, conta.
Se continuar a chover com regularidade, as expectativas são as melhores possíveis tanto pelo aumento da produção quanto pelo escoamento para novos mercados. “Hoje, estamos limitados a vender dentro do Estado, em parceria com outras associações e o Idiarn (Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN). Mas o selo SIF abrirá novos mercados no Brasil e até parta fora do país”, comemora Reginaldo Câmara.
O reconhecimento do presidente da Coopapi ao suporte do Sebrae se deve ao histórico de parceria entre ambos. O gerente do escritório do Sebrae em Apodi, Franco Marinho, lembra que o Sebrae e a cooperativa sempre caminharam juntos, e cita como exemplo a presença do Sebrae na elaboração do projeto da unidade de processamento do mel e o acompanhamento para obtenção do SIF. E essa parceria, segundo ele, continuará.
“Vamos assessorá-los também no professo de comercialização para o exterior, capacitar os pequenos produtores em normas e processos, e ainda prospectar mercados”, informa Marinho, para quem a certificação da Coopapi beneficiará não só a região Oeste, mas todo o estado, já que a cooperativa será a única do gênero, por enquanto, autorizada a exportar mel. “Beneficiará em especial os associados da cooperativa, mas também toda a cadeia do mel”, observa.

Fonte:
http://www.rn.agenciasebrae.com.br/
http://bit.ly/2Czn16B

domingo, 10 de novembro de 2019

Alunos do Curso Técnico Em Agronegócio da Rede Etec-SENAR Pólo Apodi Visitam Empreendimentos da COOPAPI.











Neste dia 09 /11 a COOPAPI recebeu a visita de alunos do 4° Período do curso técnico em Agronegócio da rede Etec pólo Apodi, que estão vendo a unidade curricular Tecnologia e Inovação na agropecuária com a tutora presencial Aline Moreira do SENAR, em parceria com o sindicato patronal de Apodi, que escolheram os empreendimentos da COOPAPI para aprofundar os conhecimentos práticos e para conhecer as nossas tecnologias e inovações nos estabelecimentos de Polpa de frutas, beneficiamento de castanha de caju  e do entreposto de mel de abelha e derivados. A visita foi conduzida pelo engenheiro agrônomo Wedson Torres e pelos diretores da Cooperativa Reginaldo Câmara e Marto Sousa.
A tutora Aline Moreira externou em suas redes sociais a alegria e agradecimentos em nome do SENAR e do Sindicato Patronal e desejou muito sucesso na caminhada com os nossos negócios
O presidente da COOPAPI agradeceu a visita e frisou para toda a turma e para a tutora que os empreendimentos sempre estariam de portas abertas para receber aulas práticas e estagiário do SENAR  e de outras instituições  de ensino.

COOPAPI Participa das Exposições da Feira Multissetorial do Médio Oeste Potiguar.









Neste dia 07, 08 e 09 de Novembro do ano de 2019 ocorreu em Apodi a 3° Feira multissetorial do Médio oeste Potiguar, e a COOPAPI realizou exposição de seus produtos no estande do SEBRAE. Todos os produtos comercializados pela cooperativa estava exposto a saber: mel, castanha de caju torrada, assada, caramelizada e do tipo natural, artesanatos, doces, geleias e compotas e entre outros, e na oportunidade também foi divulgado a VII Feira de Arte e cultura de Córrego- FACUC que ocorrerá nos dias 22,23 e 24 de Novembro.
O Presidente da COOPAPI Reginaldo Câmara da Costa frisou: "Agradecemos ao SEBRAE pela oportunidade de expor os produtos de nossos cooperados e também divulgar nossa feira de Arte e cultura, agradecemos ainda pelo apoio que sempre foi concedido a COOPAPI e por sempre gerar oportunidades de comercialização para os produtos da agricultura familiar".