quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

COOPAPI Recebe Número do SIF do Seu Entreposto de Mel.






Aconteceu nesta terça-feira 11 de Dezembro de 2018 em Natal na sede Do Ministerio da Agricultura Pecuária e Abastecimento-MAPA, o recebimento do certificado contendo o número do Selo de Inspeção Federal-SIF do Entreposto de Mel da Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável-COOPAPI. O SIF é uma realização de um Sonho buscado pela cooperativa e Seus associados para poder possuir um Entreposto de Mel com padrão para exportação, e para que isso ocorra está cada vez mas próximo , o passo principal e mais importante foi a obtenção do SIF e o passo seguinte será o cadastro dos produtos e seus devidos rotulos no Sistema SIGSIF , e posteriormente a implantação do SIF para assim poder Ocorrer o Funcionamento dentro da Legalidade.
A antiga Presidenta da COOPAPI Fátima Torres frisou: "essa é a nossa vitoria, a Vitória da COOPAPI e de seus Associados" e concluiu: "Esperamos iniciar o ano com boas chuvas e consequetemente uma ótima e grande Safra de Mel para podermos absorver a produção e realizar em nosso entreposto uma agregação de valor no produto mel de cada Associado.
O atual Presidente da cooperativa Martos Souza frisou: agora estamos prontos para iniciar os trabalhos para implantação do SIF e começar a produzir dentro da legalidade o mel de nossos associados. Essa luta começou desde a gestão de Fátima , e fico muito feliz de que seja concluída em minha gestão", e Finalizou:"Apodi brevemente exportarar um contêiner de mel

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Equipe da EMATER Visitam à COOPAPI e Seus Cooperados.






Fotos de Eutikia Morais

Ontem ocorreu uma Visita a COOPAPI realizada pela equipe de Assistência técnica  da EMATER de Apodi, responsável pelo gerenciamento do programa compra direta. A técnica bolsista Eutikia Morais relatou: "resolvemos visitar a COOPAPI para parabeniza-la pelo grande número de Agricultores e Agricultoras beneficiários do Compra Direta Local que vem desde o inicio do programa inserindo seus produtos" E concluiu: "A COOPAPI é nossa parceria em prol da Agricultura Famíliar, agradecemos por todo apoio sempre nos dado no desenvolvimento das ações e  aproveitamos também  a oportunidade para obter algumas informações  e retirar dúvida  quanto ao programa compra direta.
Após  a visita na sede da COOPAPI  os técnicos(as) da EMATER  visitaram também alguns cooperados para  conhecer as unidades produtivas que abastecem o programa e realizar orientações técnicas.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

COOPAPI Participou da II Feira Multissetorial do Médio Oeste 2018.



A II Feira Multissetorial do Médio Oeste Potiguar 2018 ocorreu dos dias 29 de Novembro a 01 de Dezembro do Corrente ano na cidade de Apodi-RN. E a COOPAPI esteve presente na feira desde os eventos do dia, onde alguns cooperados participaram do III Seminário da fruticultura irrigada do Médio Oeste e do III Fórum das Águas  de Apodi-RN, e durante a Noite com exposições  de produtos da Agricultura Familiar de Seus cooperados sendo: Castanha de Caju torrada, caramelizada e natural, Mel, Geleia e compota de frutas, Artesanatos  e entre muitos  outros produtos.
A COOPAPI Agradece ao  Servico Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas- SEBRAE de Apodi,  parceiro  forte de todas as horas, bem como também a Câmara  de Dirigentes Logistas de Apodi-CDL e a Associação  Comercial e Empresarial de Apodi- ACEMAS pela Oportunidade de Expor nossos produtos e tornar a COOPAPI ainda mais conhecida por todos de Apodi e região.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Deu no Blog da Cajucultura. A cajucultura de A a Z.






Hoje pela Manhã o Engenheiro Agrônomo Antônio  Tertulino, cooperado  da COOPAPI foi destaque  em uma reportagem do "Blog da Cajucultura" a cajucultura de A a Z  por Vítor Oliveira , um Blogueiro que escreve sobre a cajucultura, e na reportagem é  focada as declarações do Engenheiro Agrônomo  que afirma que talvez possa produzir até 3.000kg de Castanha por Hectare. Veja a reportagem do Blog da Cajucultura na integra.

É possível colher 3 mil quilos de castanha por hectare?


Tudo indica que sim. Falando ontem no III Seminário de Fruticultura Irrigada realizado em Apodi (RN), o engenheiro agrônomo e cajucultor Antônio Tertulino (foto) afirmou que a sua expectativa para este ano é obter uma produtividade de 3.000 kg de castanha por hectare, com o clone Embrapa 51. Segundo Tertulino, isto será possível graças ao emprego de práticas adequadas de correção do solo, adubação e controle de pragas e doenças.

Os municípios de Severiano Melo e Apodi têm se destacado no Rio Grande do Norte no tocante a produtividade de seus pomares de cajueiro, bem como no emprego de práticas mais compatíveis com o que preconiza a moderna fruticultura. Claro que ainda existe muito espaço para melhorias, mas os números do cajucultor Tertulino mostram que estão no rumo certo.

Fonte: Blog da Cajucultura.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

COOPAPI Recebe Visita de Intercâmbio da OCB/ CE



Ocorreu ontem dia 27/11-Terça-feira uma visita de intercâmbio da organização das Cooperativas do Estado do Ceará-OCB/CE aos estabelecimentos da COOPAPI. A OCB é um órgão de representação do cooperativismo cearense que tem o papel de assessorar as instituições públicas e privadas no desenvolvimento de atividades direcionadas ao cooperativismo do Estado, e realizou a visita de intercâmbio com o intuito de Conhecer o processo de Cooperativismo da COOPAPI buscando conhecimento dos êxitos e da maneira de condução do Cooperativismo Apodiense para implantar nas cooperativas do Estado do Ceará. O grupo buscava saber entre outras coisas como está organizado o sistema cooperativista da COOPAPI e para isso conheceu além da história da nossa Cooperativa, os empreendimentos e casos de sucesso, conheceu como nos organizamos e como estamos trabalhando., bem como nos repassou sua experiências e casos de sucesso. O grupo foi recebido pela direção da COOPAPI e conduzido à todas as unidades de produção. A COOPAPI agradece a visita e comunica que está de portas abertas para novos intercâmbios.
O presidente da COOPAPI Marto Sousa frisou: "é muito importante e valioso ocorrer intercâmbio como esse, pois tenho certeza a troca de experiência é proveitosa e será usada por ambas as cooperativas envolvidas".

Sócio da AMPC Produz Ração à Base de Caju.






O presidente da Associação de Mini produtores de Córrego e Sitio Reunidos- AMPC, Issac Wallacy  que é Cooperado da Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável-COOPAPI, iniciou nesses últimos dias um processo de Produção  de ração  a Base de Caju na sede da AMPC no Distrito de Córrego  município de Apodi-RN. A ração  é produzida nas proporções de: 50 kg  de caju, 25 kg de milho com 25 kg  de torta de algodão, tudo Misturado e passado no triturador.
Em entrevista ao Blog da COOPAPI  o Presidente da Associação Issac Wallacy afirmou:  "Iniciamos a produção  de Ração  para Bovinos e ovinos  e Caprinos nessas proporções,  mas queremos seguir a receita de Ração  do pesquisador da EMPARN  Dr° José  Simplício  Holanda que Orienta proporções  de 50 kg  de caju, 25 kg  de milho, 20 kg  de torta  de algodão, 3 kg  de farinha  de osso, 2 kg  de ureia e 1kg  de sal de cozinha, no entanto iniciamos com os ingredientes mais essenciais e já  produzimos 500 kg de Ração balanceada que se encontra estocada para comercialização, e estamos aguardando encomendas por parte dos Sócios da Associação, membros da Comunidade e interessados no produto". E Concluiu ainda: "Estamos vendendo 50 kg de Ração  pelo preço  de 45,00 reais", e finalizou com uma boa Expectativa  relatando: "Futuramente queremos incluir  na ração  o bagaço  da Manga a semente da Acerola  e outros resíduos que hoje é  desperdiçado  nas nossa unidade  industriais  Aqui em Córrego".
O Presidente da COOPAPI  Marto Souza  recebeu a notícia do início da produção  de Ração no Distrito de Córrego com entusiasmo  e alegria, e o presidente da AMPC  Issaac Wallacy espera  realizar boas vendas.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Vereadora Filha de Sócio da COOPAPI Destina Ementa Para AMPC




Ocorreu nesta Quinta Feira dia 22/11 na Sessão Ordinária da Câmara Legislativa Municipal de Apodi a votação para Aprovação do reconhecimento  de Utilidade Pública  à Associação  de Mini Produtores de Córrego e Sítio Reunidos- AMPC e dando outras providências, da Autoria da Vereadora Soneth Ferreira. O projeto de Lei Foi Aprovado pelos vereadores e Sancionado pelo Prefeito Municipal Alan Silveira.
Vale Ressaltar ainda Que Foi necessário  a apresentação desse projeto para à aprovação, para que a Associação  ficasse legalizada e dentro dos padrões burocraticos  para receber uma Ementa no valor de 20.000,00 Reais, destinada também  pela Vereadora Soneth Ferreira para utilização na reforma do Centro Comunitário da Comunidade.
Em Entrevista ao Blog da COOPAPI e questionada  do porque da Ementa e do projeto de reconhecimento de Utilidade pública para a AMPC  a Vereadora  Relatou: "Destinei uma Ementa para ajudar na Reforma e preservação do Centro Comunitário  da Nossa Comunidade e da sede de nossa Associação,  e para o processo legal de recebimento para poder fazer uso desse recurso à Associação  precisava ser reconhecida como utilidade pública e  assim fizemos"  e concluiu: " Tenho grande Admiração por nossa Associação de Córrego  e por nossa Cooperativa  COOPAPI que nasceu aqui em Córrego, mas especificamente no sitio Retiro com à Associação de Apicultores de Apodi- ASSAAP, e por fazer parte juntamente com meu Pai Neto Ferreira como sócio  da Associação  e Cooperado da COOPAPI, minha luta será  constante para buscar melhorias para essas duas instituições  que Amo".

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Presidente da COOPAPI realiza articulação à Apicultores.




O presidente da  Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável-COOPAPI e Diretor Financeiro da Federação Apícola das Associações e Cooperativas de Apicultores(as) e Meliponicultores(as) do Rio Grande do Norte-FARN, Marto Sousa realizou neste último final de semana do mês de Outubro uma reunião de articulação dos Apicultores de uma cidade vizinha da sede da Cooperativa, A saber a cidade de Olho d'água  dos Borges , mais especificamente  no sitio Encantado. O Intuito da Articulação  é  realizar um convite verbal para o ato de cooperação  na devida cooperativa e assegurar  que os Futuros associados destinem sua produção  de 2019  para venda no entreposto de Mel  que se encontra em fase final de obtenção do Selo de Inspeção  Federal-SIF, e principalmente  repassar para cada Apicultor informações  sobre a qualidade do Mel que será  exigida no referido Entreposto e dados de Rastreabilidade que  também  será  exigidos.
Em entrevista ao Blog da COOPAPI o presidente  nos informou: " O processo de Articulação  dos Apicultores irá  continuar em outras cidades do Medio e Alto Oeste Potiguar e futuramente estenderemos para todo o RN no intuito de Resgatar o cooperado afastado e buscar novos  e de Criar se for o caso novas Cooperativas  que possa se associar a FARN para assim podermos assegurar grandes exportações  de Mel  saindo da Cidade de Apodi-RN".

domingo, 4 de novembro de 2018

Cooperados da COOPAPI colhem safra da Manga para Unidade de Polpa de Frutas.


                                         
Cooperados da COOPAPI estão colhendo suas safras de mangas e trazendo para a unidade Industrial de Polpa de Frutas da cooperativa. Cada produtor que tem seu Pomar de mangueiras ou tem seu quintal produtivo com a planta da Mangueira tem a oportunidade  de complementar sua renda nesse período de safra. A Cooperativa está  absorvendo a produção  dos associados na medida da capacidade produtiva da unidade  de produção  e envasilhamento de polpa de Frutas .

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

COOAFARN Representa Cajucultores em uma uma Audiência com Deputado Hermano Morais.




Depois de firmar um compromisso com todos os presentes no evento da cajucultura durante a Festa do Boi, de que marcaria uma reunião com o setor de Nutrição da Secretaria de Educação do Estado, o Deputado Hermano Morais participou nessta segunda feira 22/10 do corrente ano, da Audiência na Secretaria Estadual de Educação e da Cultura do Estado (SEEC) com intuito de colocar em prática a Lei 10.364, fruto de Projeto de Lei de sua Autoria que define a destinação de 5% dos produtos oriundos da cajucultura na merenda escolar. Participaram as nutricionistas Rayane e Maria Luiza, a professora Mônica e a diretora financeira da Cooperativa Central da Agricultura Familiar do Estado do Rio Grande do Norte-COOAFARN Fátima Torres juntamente com o Engenheiro Agrônomo e Advogado Elano Pinto, colaborador da criação da Lei e representante dos Zés do caju e das Marias Castanhas como assim ele gosta de se definir.
A secretária Cláudia Santa Rosa recebeu o Deputado e a equipe do setor da cajucultura e confirmou abertura de chamada pública em curso para dar execução a Lei.
A COOPAPI agradece ao Deputado Hermano Morais em nome de todos os seus associados que trabalha no setor da cajucultura por nos representar e agilizar com rapidez o que havia nos prometido diante do nosso requerimento.